domingo, 24 de janeiro de 2010

Carência

É tão engraçado saber que você está carente. Muito mais engraçado saber que você sente saudades.

Então você tenta disfarçar e usa uma armadura. Busca a proteção com essa cobertura, mas não sabe se funcionará ou não. Põe uma face como alguém usa uma máscara. Então você "veste a sua raiva" (como a Paula Cole disse) e espera um resultado. No final, você é o cara mais estranho, pois ninguém mais consegue ler os seus sentimentos. Você chama isso de vitória, pois nunca percebeu que a derrota está aí mesmo. Agora você precisa sentar e esperar os problemas embarcarem no próximo avião.

Aí então, você estará desprovido de toda a sua armadura e alguém enxergará a sua carência, cara.

2 comentários:

Diogo disse...

Acho que a armadura, as vezes, é reflexo do passado;
Passado é passado, mas acho que não deve ser esquecido...

Bleffe disse...

Curte Jay Vaquer? Dá uma ouvida no som do Bleffe

http://bit.ly/2wJdCC

Se gostar, pode baixar, é DE GRAÇA!!!

http://bit.ly/4LPNUD